19/06/2017

Conto: Vestido Vermelho de Sangue

Título: Vestido Vermelho de Sangue
Autora: Amanda Ághata Costa
Número de Páginas: 04
Gênero: Fantasia, Terror

"Meu pai até pode duvidar da sanidade do meu tio, porém eu acredito em cada palavra. Se sou a única capaz de exterminá-lo, eu farei isso sem pestanejar."

A resenha de hoje é de mais um conto da parceira Amanda Ághata Costa. "Vestido Vermelho de Sangue" faz parte da Antologia de contos Demontale - As Matadoras do Submundo, publicada pela Editora Arwen. Eu só li o conto da Amanda, mas só por ele já fiquei com muita vontade de ler a antologia completa!


Sinopse da Antologia: Era uma vez... uma rainha muito má, que queria controlar todos os reinos dos contos de fadas. Cansada dos finais felizes — principalmente das bruxas e madrastas incompetentes — resolve fazer um pacto com o bom senhor das trevas, Mefisto, para conquistar o poder de Taleland.
Porém, o dissimulado demônio começa a agir sozinho, possuindo o corpo dos príncipes e transformando-os em Generais das trevas a fim de trazer o submundo aos domínios.
Bestas, espíritos e criaturas infernais, começaram a aterrorizar os contos de fadas e cabe às princesas derrotar as trevas e expulsar Mefisto do corpo de seus amados, para assim salvar todo o reino.
O que será que vai acontecer nesta batalha épica, onde as mocinhas terão que se tornar verdadeiras guerreiras?
Conte-nos vocês! Convocamos todas as princesas dos contos de fadas para embarcar nesta aventura!
Peguem suas winchesters e seus kits contra as trevas! 

Em apenas quatro páginas, conhecemos Elisa, uma princesa que, apesar dos belos vestidos e dos bons modos da realeza, o que ela quer mesmo é sair por aí caçando e matando demônios e defender seu reino contra as forças do mal. Com um interesse no sobrenatural, Elisa encontra apoio apenas em seu tio Raul, que lhe ensinou tudo sobre demônios e monstros. Mas, assim como a princesa, ele é sempre desacreditado e tomado como louco. O rei e a rainha são totalmente contra, e fazem de tudo para que Elisa esqueça essa história de demônios e se dedique ao seu posto na realeza, arranjando um bom casamento como manda o figurino.

Tudo muda durante um baile no castelo. Ao ser apresentada a um pretendente, Elisa sente que "algo de errado não está certo". O brilho no olhar do rapaz faz sua espinha gelar. Quando finalmente encontra com seu tio é que Elisa descobre que bestas do submundo sob o comando de Mefisto, o Senhor das Trevas, estão atacando o baile. Só Elisa pode derrotar o Senhor das Trevas, ela é a única caçadora viva e apenas mulheres fortes podem derrotar demônios como ele! 

O primeiro conto que li da Amanda foi Não Tranque A Porta. Tanto este quanto aquele são muito bem escritos e envolventes, e te deixam com um gosto de quero mais. Os dois contos também provam que a escritora consegue mudar de gênero literário muito bem - o primeiro é um romance de época new adult, enquanto Vestido Vermelho de Sangue não tem nada de romances, mas muita ação, muita fantasia e é claro, uma boa dose de terror sobrenatural. Mais um conto que tem muito potencial para vir a ser um livro. E eu já quero ler a antologia completa! Você pode adquiri-la no site da Amazon. Boa leitura!


2 comentários:

  1. Achei o máximo essa capa.Bem sinistra!
    Eu gosto de contos de todos os gêneros. E gostaria de ler também esse conto de terror da autora.Assim como o anterior que nos mostrou, que é bem diferente!

    Boa dica! ;)

    ResponderExcluir
  2. Olá Mari!!
    Como já disse não sou acostumada a ler contos mas os da Ághata estão me impressionando!
    Adorei o enredo e a capa maravilhosa!
    bjos

    ResponderExcluir

Nos diga o que achou:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...