14/07/2016

Filme: Procurando Dory

Título: Procurando Dory
Gênero: Comédia, Aventura, Animação
Direção:  Andrew Stanton, Angus MacLane
Elenco de dublagem: Ellen DeGeneres (Dory), Albert Brooks (Marlin), Hayden Rolence (Nemo), Idris Elba (Fluke), Ed O'Neill (Hank), Diane Keaton (Jenny), Eugene Levy (Charlie), Kaitlin Olson (Destiny), Ty Burrell (Bailey).
Estúdio: Disney/ Pixar
Ano de Lançamento: 2016
Duração: 97 minutos
Minha Avaliação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

"Olha, conchas!"

13 anos. TREZE ANOS! Esse foi o tempo que eu esperei para rever a Dory, o Marlin e o Nemo em mais uma aventura! Praticamente uma vida. Eu tinha 11 anos quando Nemo foi encontrado e só agora em 2016 que a Disney, juntamente com a Pixar, resolveram fazer uma "continuação" de Procurando Nemo! Só não fiquei mais aborrecida com isso porque assisti em 3D no cinema (cof, cof) e preciso dizer: que filme liiiiiiiindo, nhoooown! ♥ E é ainda mais engraçado que o anterior! Vem que eu vou te contar mais sobre Procurando Dory!


O filme começa com a pequena Dory brincando de esconde-esconde com seus pais, como a Disney já havia divulgado antes. Impossível não amar a pequena Dory, uma fofuuuuura! Não tão espontânea como a Dory adulta, um pouco insegura até, mas é uma fofura. Depois dessa pequena amostra da Dory-baby, nós somos levados a um ano após o Procurando Nemo. Dory se tornou vizinha dos amigos Marlin e Nemo, e passou a viver uma vida bem parecida ao que vimos no filme passado. E, é claro, algumas coisas nunca mudam: ela continua sofrendo de "perda de memória recente", ou seja, se esquece até do que estava falando há um minuto. Mesmo assim, Dory continua alegre e feliz, servindo até de ajudante do Tio Raia, o professor dos peixinhos.

0
"O que eu estava falando mesmo?"

Enquanto estava ajudando o professor Raia, Dory começa a falar algumas coisas para os alunos - que acaba esquecendo logo depois - e em um determinado momento, um deles lhe pergunta sobre sua família. É aí que Dory tem um insight e se lembra de um momento com seus pais. Tomada pelo desejo de revê-los, misturado à tristeza de tê-los esquecido, a peixinha-azul decide então ir atrás deles!


Depois de muito insistir, Dory acaba convencendo Marlin a procurarem por seus pais, levando Nemo para participar da aventura. Desta vez, ela precisa se lembrar de um endereço que não tem nada a ver com "P. Shermann 42 Wallaby Way, Sidney": ela precisa ir até a "Joia de Morro Bay na Califórnia". No caminho, Dory acaba se perdendo dos peixes-palhaços (depois de brigar com o Marlin, sempre o Marlin -.-), quando é "resgatada" por seres humanos que trabalham um Instituto de Vida Marinha. No local, há muitas exposições enormes de peixes, e tem uma ala de Quarentena, reservada para recuperação de animais doentes ou feridos. Dory é enviada para essa ala porque está enrolada em plástico (coisa que ela nem tinha notado). Lá ela conhece Hank, um polvo mau-humorado de sete tentáculos, que quer a todo custo ser mandado para um aquário em Cleveland, longe da vida em natureza. É com a ajuda de Hank que Dory vai tentar encontrar seus pais. E enquanto isso, Marlin e Nemo conseguem, de uma forma inusitada e hilária, entrar no Instituto para procurar por Dory.


Gostei muito das referências à Procurando Nemo; Dory vai tendo alguns flasbacks e é com isso que percebemos como ela se perdeu de sua família e como ela conheceu Marlin. Também temos algumas perguntas respondidas: onde Dory apreeeeeendeeeeeeeu aaa falaaaaar baleeeieeeeêssss, de onde surgiu o lema "Continue a Nadar", e até mesmo como ela se tornou tão alto-astral, mesmo com seu problema de memória: de uma peixinha tímida e sozinha a uma peixinha alegre e descontraída. Além do polvo, houve a introdução de novos personagens, como os pais de Dory, o tubarão-baleia Destiny e a baleia beluga Bailey, e os leões-marinhos Fluke, Leme e Geraldo - este último rende boas risadas.


Como eu assisti dublado em português, devo dar os parabéns à dubladora profissional de Dory, Maíra Goes, a mesma que vem arrasando desde o primeiro filme, apesar de imaginar que a Ellen DeGeneres também deve ter arrasado. Algumas pessoas não gostam das adaptações para o país que a dublagem faz num filme (eles visam a cultura de chegada, no caso, a do Brasil), mas eu adorei a jornalista Marília Gabriela como locutora do Instituto rs. No original em inglês, é a atriz Sigourney Weaver quem tem esse papel.


Não tem como não amar Porcurando Dory. Meu namorado queria porque queria ver Independence Day 2 (eu nem vi o primeiro), mas acabei convencendo a assistir a animação comigo e ele não se arrependeu. Até chorou, pasme (e eu só fiquei sabendo disso depois)! Sim, e eu também chorei, sou manteiga derretida mesmo, não tem como não se emocionar em algumas partes :') Mas também me acabei de rir, Andrew Stanton acertou muito no tom da comédia - havia piadas mais inocentes para crianças, mas ele sabia que muitos adultos iriam querer rever Dory, Nemo e Marlin (já falei que se passaram 13 anos?) , então também inseriu piadas mais adultas, principalmente no que diz respeito ao polvo Hank, seu mau-humor é engraçadíssimo! É um filme que passa uma mensagem de superação e determinação, e traz um novo lema: "o que a Dory faria?" Um filme para todas as idades e que vai te emocionar e te matar de rir! Recomendo!

Trailer:


P.S.: Aaah sim, já ia me esquecendo, você que foi ao cinema e não esperou passar todas as letrinhas do cast, saiba que tem cena pós-créditos, com uma surpresinha! Só procurar no Youtube! Não vai dar uma de Dory e esquecer de assistir, hein?



4 comentários:

  1. Dory ♥
    Amei terem lançado um filme dela, já era tempo! haha.
    Com certeza é bem engraçado e fofo o filme e espero assistir em breve pois estou sem dinheiro pra ir no cinema =(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você pelo menos está só sem dinheiro, Jaque... Eu além de não ter dinheiro, não tenho cinema na minha cidade kkkkk só vi porque estava viajando :D senão estaria esperando o bom e velho torrent ainda :( kkk Uma delícia de filme, assista mesmo assim que puder! Beijos ♥

      Excluir
  2. Ameeeeeeeeeeeeeeeeeeiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
    é mto lindo o filme, até chorei

    ResponderExcluir

Nos diga o que achou:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...